Notícias

12/03/2019 15:31

Mais um para o time! Associação dos Produtores Rurais Vale do Sepotuba

Conheça a Associação dos Produtores Rurais Vale do Sepotuba, a mais nova signatária do Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal. A entrevista abaixo foi concedida por Fernando da Silva Pereira Souza, presidente da Associação.

Na foto: Ander Santos (Secretário Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Tangará da Serra) e Fernando da Silva Pereira Souza, presidente da Associação.

Por que vocês aderiram ao Pacto?

Aderimos ao Pacto pela sua proposta de trabalho. Acreditamos que ela trará bons resultados para a preservação do lençol freático, pois a água da região está escassa.  

Quais compromissos a Associação assumiu?

Assumimos 03 ações, são elas: iniciar a implantação de ações de adequação de uso do solo em até 30.000 hectares até 2020; incentivar os produtores rurais para a manutenção dos serviços ambientais, especialmente geração de quantidade e qualidade da água, procurando a ampliação do PSA (Pagamento por Serviços Ambientais) instituído em Tangará da Serra; e incentivar o extrativismo e sistemas agroflorestais para promover cadeias produtivas locais sustentáveis.

Paralelo a isso, a Associação já desenvolve ações visando promover a discussão e a mobilização acerca da conservação de solo e da água junto aos agricultores familiares, associados ou não, da agrovila 26 e agrovilas circunvizinhas. E também buscamos apoiar e realizar a construção das curvas de nível nos lotes de agricultores familiares interessados, junto aos programas e projetos fomentados pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento - SEAPA e demais parceiros, no Assentamento Antônio Conselheiro.

Qual a abrangência das ações que serão realizadas? Quantas fazendas e quantos hectares elas envolvem?

A Associação foi fundada no ano de 2.003 e hoje conta com 26 associados. Ela composta por assentados e assentadas da reforma agrária, estamos localizados no meio de um grande assentamento da reforma agrária chamado P.A. Antônio Conselheiro, que reúne mais de 1.000 famílias.

Esse assentamento é formado por núcleos de agrovilas que somam cerca de 30 lotes cada. Atendemos assentados e assentadas das agrovilas 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29 e agrovila 31 (são 10 agrovilas). As áreas dos nossos lotes variam entre 26 a 30 ha cada um, assim somam aproximadamente 730 hectares de área. Contudo, também atendemos um grande número de assentados que não fazem parte do quadro de associados. Atualmente temos um grupo de mais 30 assentados e assentadas que são atendidas e, com isso, somam-se mais 840ha totalizando uma área de abrangência de 1570 hectares e quase 60 famílias assentadas.

A associação tem duas frentes de trabalho principais que mobilizam esse grande número de famílias. Uma delas é o atendimento com mecanização de solo (gradagem, plantio de pastagem, de milho, corte e preparo de silagem, curvas de nível, perfurações para cercas, entre outros).

A segunda ação, não menos importante, é o apoio com o projeto de inseminação para gado leiteiro. Colaboramos com o tambor de nitrogênio e a organização da compra de sêmen e inseminadores do próprio grupo da associação, além de resfriadores de leite para depósito coletivo para coleta do caminhão. A Associação também desenvolve esporadicamente cursos de capacitação em parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - SENAR. A patrulha mecanizada é composta por trator e implementes advindos de termos de seção de uso pela prefeitura, através da SEAPA e alguns implementos adquiridos com recurso próprio. 

 

Quais oportunidades o Pacto oferece para Mato Grosso? Para sua população, governo e produtores?

Esperamos que as ações motivem e incentivem a preservação do meio ambiente e o bom uso da água, bem como, possibilitem oportunidades de fomento para produção e recursos e investimentos para a agricultura familiar local envolvida.


Cadastre-se e receba nossas novidades

Eu curto o Pacto

Prefeitura Municipal de: Alto Paraguai, Araputanga, Arenápolis, Barra do Bugres, Cáceres, Curvelândia, Denise, Diamantino, Figueirópolis D´Oeste, Glória D´Oeste, Indiavaí, Jauru, Lambari D’Oeste, Mirassol D’Oeste, Nortelândia, Nova Marilândia, Nova Olímpia, Porto Esperidião, Porto Estrela, Reserva do Cabaçal, Rio Branco, Santo Afonso, São José dos Quatro Marcos, Salto do Céu e Tangará da Serra.

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo